a vida é offline

27 jan

Estou há séculos sem postar. Por falta de tempo (?), assunto (?), falta de [insira aqui qualquer desculpa que o convença].

Estou de mudança. Momento filosófico e intenso. Momento para se postar em blogs.

Gostaria de compartilhar com vocês um pensamento que me acompanha há muito tempo, expresso perfeitamente em uma frase cunhada por meu room-mate: ” a vida é offline”.

Admito que a tecnologia é tentadora e viciante. Meu vício vem desde a época do ICQ, quando ficava trancada em meu quarto absorvida pelos “Oh-Ow”s. Mas chega uma hora em que a gente se dá conta de que as relações virtuais tomam o lugar das reais. Não acho que as redes sociais sejam algo ruim, mas elas não devem ser substitutas das relações reais e sim algo complementar.

Não foram poucas as vezes que eu me flagrei em uma situação como a seguinte: quatro amigos ao redor da mesa, esperando o jantar, e conversando… com terceiros através do celular. É uma crítica a mim mesma, faço isso sem perceber.

Tenho que me policiar para não abrir o facebook de 15 em 15 minutos, para não checar meu e-mail a todo instante, para viver de uma forma mais orgânica, prestando atenção na paisagem e  não numa tela de LED.

Poderia escrever páginas sobre este assunto, mas acredito que todos têm seus próprios parágrafos críticos dentro de si. Assim, faço um apelo: vivamos mais a vida offline, antes que nos percamos em meio a bits e bytes de emoções virtuais.

M.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: